Pages

domingo, abril 18, 2010

Fearless...

Ahhh, eu não me esqueci do sonho...hehehhehe

Antes de tudo, preciso dizer que todo mundo sonha todos os dias quando dorme. Você pode até não se lembrar do sonho que teve enquanto dormia, mas com certeza você teve algum sonho.

Faz muito tempo que eu estava lembrando apenas de alguns sonhos...pesadelos, para ser mais sincera. Mas há duas semanas tenho me lembrado de alguns sonhos. E foi o primeiro sonho que me lembrei, durante esses dias, que foi o tal sonho "salvador". Aquela luz no fim do túnel que a gente sempre busca e perde as esperanças quando não vê.
Eu tenho sonhado com coisas que me assustam. Mas o curioso desses sonhos recentes é que eu não sinto medo nos sonhos. Não importa quão assustador ou preocupante o sonho pareça, eu sempre me sinto calma e o mais importante: sem medo.

É impressionante a força do medo sobre nossa mente e sobre nosso corpo. Nós crescemos notando apenas o lado negativo do medo, que é justamente o que nos aprisiona. O que nos impede de seguir em frente. O que nos angustia. E apenas quando a gente deixa de ter medo é que a gente percebe tudo isso. Por isso, no meu sonho, eu não estava preocupada e estava muito tranquila embora a situação fosse preocupante demais e muito ameaçadora. Não sentir medo é uma sensação maravilhosa...é uma sensação de liberdade tão grande, como se você pudesse ver o mundo com outros olhos...é se livrar de um peso enorme que te impede de respirar. Esses sonhos me fizeram sentir o gostinho de não ter medo; de arriscar. Me fizeram perceber muita coisa que eu não podia perceber antes.
E hoje mesmo, ouvi de uma pessoa maravilhosa, que tbm é psi que o medo nos dá coragem. E é verdade. Sem medo, não existe coragem. Não existe essa força que te impulsiona a vencer obstáculos que aos seus olhos, naquele momento, possam parecer impossíveis de atravessar...
Realmente...nossa vida é cheia de paradoxos... nada existiria sem seu oposto... não poderíamos ter coragem sem o medo. E não há sentido na existência do medo se não houvesse coragem. E assim podemos pensar em tudo o que existe...

Bom, já está passando da hora d'eu me entregar aos braços de Morpheus e ter mais sonhos corajosos e postar mais coisas amanhã...hehehehhe
Não faço idéia se alguém lê o que escrevo...mas se há alguém aí lendo, eu espero que de certa forma eu esteja conseguindo te divertir com as coisas que eu penso e até te ajudar. Quantas coisas ditas, até mesmo sem intenção ajudam alguém, né?

2 comentários:

Livinha disse...

Somos mensageiros Ana, mesmo sem saber. As palavras nos chegam a mente como bálsamos a despontar em virtudes, algo que nos leva ao discernimento, no dom de expo-las na escrita.
A vida é um carretel de linha que vai se desenrolando, nos percalsos do caminho, quando nos sentimos agitados ou até mesmo intrigados com certos pontos que não nos damos a compreensão de imediato. Assim vai se abrindo em tela, nos dando a leitura nos estandarte do tempo. É maravilhoso demais...
Teu blog tá lindo!

Bjs

Livinha

mori-morwen disse...

Obrigada minha flor!!! :D

Concordo com você! Nós somos mensageiros mesmo. Por isso temos que tomar cuidado até com o que dizemos porque não temos ideia do quanto influenciamos as pessoas. Muitas vezes nos subestimamos, achando que ninguém presta atenção no que dizemos, mas sempre tem alguém que te ouve e que reflete sobre o que você falou...até de maneira inconsciente. Inclusive, é assim que a hipnose funciona...pelas palavras. Bom, mas aí já é outro assunto!!! :D

Que bom que você gostou do blog chérie!!! Me segue e aí fica mais fácil pr'eu achar seu blog e te seguir tbm ;-)

Postar um comentário